terça-feira, 29 de março de 2011

Londres - Segundas impressões

Depois de dormir por cerca de 15h em um hostel becana, civilizado e muito bem localizado, acordei animado para continuar a desbravar os principais pontos turísticos de Londres e peguei as infomraçoes para fazer aqueles famosos City Tour de ônibus, e lá fui!


Logo nos primeiros trechos, além de quase congelar no segundo andar do bonde, também pude sentir a cidade daquela nova perspectiva. E realmente a cada curva, um clique, uma novidade! Gostei muito do que vi!



Após alguns minutos, passamos por pela maioria dos pontos e havia a opção de pegar um barco e fazer um trecho no rio Tâmisa e procurei me informar. Ao tomar o barco, que era um grande catamarã, o “locutor” era muito chato e não parava de falar um instante se quer! Decidi dormir mais um pouco, uma vez que passamos por lugares já vistos. Foi muito bom!

Desci no Big Bem e de lá, após tirar as clássicas fotos que mostram o Big Bem e a cabine telefônica – Ultra Clichê – segui para o London Eye. Essa sim foi uma experiência diferenciada! Começa justamente com um cineminha 4D grátis que muita gente ignora. Achei incrível!!! Não só pelo 4D, que é a profundidade do 3D mais a dimensão de sentimentos. Vento, Chuva, Cheiro, temperatura ... Resumindo, o filme mostrava a perspectiva da cidade como se fosse de uma gaivota ... uma super produção de 5 minutos que faz a gente sonhar acordado! Recomendo o passeio!!!



Depois de instigar a imaginação, hora da verdade! Entrar em uma das cabines e aproveitar a vista .. e é isso.

Depois de lá, continuei caminhando na beira do rio no sentido Tower Bridge e visitei o Museu TEMA , onde tem a Milenium Bridge e St Andreas Abey* ...



Andei até pegar novamente o Busão que me deixou no Picadily Circus novamente e como estava cansado, resolvi testar o Underground para voltar ao Hostel. Realmente funciona muito bem o metrô de Londres, tem uma mega rede interligada de túneis e os trens vão rapidão!! É fácil também pegar a direção errada, e isso pode gerar algum transtorno pra qualquer viajante de primeira viagem! Não comigo!

Chegando no Hostel, conheci Ary, um americano que faz Phd em literatura e veio pra Londres aprofundar sua tese ... Ele me explicou o teor do que ele pesquisará e rolow um papo cabeça! Mas algo que me deixa feliz mesmo é que a cada dia que passa, minha desenvoltura no inglês se aprimora! Sei lá ... a língua vai soltando!E o bom é que falo pro povo ... “eu não falo inglês muito bem...” e os caras só elogiam!

De noite, fui dar uma volta novamente pra ver as coisas na perspectiva noturna e foi bem legal, sempre tem um pessoal parceiro nos hostels onde os mochileiros se encontram!

Um comentário:

Klenisson disse...

Com o tempo vc se habitua mais ao idioma ne??
Essa de falar q nao sabe mto bem o ingles e o pessoal elogiar sei como eh.
Mas quando cheguei aki foi o caos. Pra pedir uma simples informaçao no aeroporto em Miami era um parto. A lingua travava...haha ainda bem q na Florida quase todo mundo fala espanhol
Mas no dia a dia, vc vai recebendo uma overdose da lingua, ouvindo e falando toda hora...acaba desenvolvendo, perdendo o medo de falar

Mas eh isso....bons passeios ai

Related Posts with Thumbnails