terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Pucon I

Situando:


É pessoal, mais uma vez o Chile me surpreendeu positivamente, Pucon é uma cidade maravilhosa! Logo ao chegar, depois de uma noite completa de viagem, cheguei meio quebrado em Pucon, mas, assim que comecei a caminhar pelas lindas ruas de Pucon e ver as inúmeras opções de passeios e atividades de aventura, percebi que estava no lugar certo!

Caminhando pela rua, não precisei pesquisar muito para fazer um bom negócio, pois na agencia que me simpatizei, tinha todos os passeios que eu queira fazer e também era a dona do hostel que fiquei também, enfim, por ter tudo uma ligação, no fim das contas consegui um ótimo desconto, tanto que as diárias ficaram quase de graça frente aos preços apresentados no principio... hehehe!

Fui para o hostel, fui recepcionado por duas hóspedes, uma canadense e uma chilena, que eram primas, e fui convidado para um momento gourmet, isto é: fomos no mercado e compramos as coisas pra cozinhar...


Naty, Kakiko e Camila, momento gourmet.

Não sei se foi a fome, ou o Sazon que a canadense colocou, mas estava ótimo! Foi terminar de comer e sair para a primeira atração: Rafting!

Fui para a agencia, estavam vários camaradas esperando e me juntei ao grupo... todos americanos e canadenses ... tinha um casal antipático de brasileiros também...

O fato relevante é que existem 2 categorias de Rafting em Pucon, o alto e o baixo ... e pelo que eu tinha entendido, o alto era apenas para profissionais, tal... então... contratei o baixo. Mas na hora H, não teve jeito, tive que mudar para o alto!!! E realmente foi a melhor coisa que eu fiz! Se não tivesse feito, teria me arrependido amargamente!!!


Kakiko preparado...

Pucon é famosa pelo Rafting que é feito em um fio andino que as águas são do derretimento de geleiras ... aquela correria! Rio bravo e gelado principalmente, por isso, todos usam roupas de neoprene, inclusive com as botas ... depois de umas instruções, caímos na água pra se acostumar com a temperatura congelante ...


Galera recebendo instruções.

Todos embarcados começamos o passeio, o guia explica todos os comandos que nós temos que obedecer para que tudo corra da maneira mais tranqüila possível, ele explicou que nós iríamos percorrer corredeiras de nível 5 de uma escala que vai a 6. Essa 6 é fatal ... inclusive, o pedaço que é classificado como nível 6 nós tivemos que desembarcar e proseguir alguns minutos pela mata, pois os guias passam os barcos com uma grande corda amarrada neles ... essa passagens por águas verdadeiramente nervosas dura mais ou menos meia hora ... é um trampo passar os botes!


Pucon, rafting, adrenalina ... e Kakiko conferindo tudo.

Para voltar a água, é necessário pular de uma pedra! Cerca de 6 metros de altura, maior do que qualquer trampolim que eu já tenha pulado! SHOW! Hehehe!

A descida do rio continua ... e lá no meio de uma corredeira brava, adivinha quem que cai do bote ?! .... claro que fui eu ... o único que usou os procedimentos de emergência!!! Mas mais uma vez ... tudo 100%!


Adrenalina a mil!

Realmente uma grande experiência, rafting de gente grande!

5 comentários:

flavio disse...

rafting é uma pira. fiz alguns em sc. mas não a esta temperatura absurda de baixa.... boa viagem mochileiro.

..::Filé::.. disse...

Caraca.....imagino o nivel 6! hehehehehe


doidera total!

joci disse...

hushauhsuahsua
rafting de gente grande...
sim sim, eu já fiz exatamente esse
quase morri de medo, fiz quase todo o trajeto de olhos fechados,
realmente não é pra qualquer um..

Anônimo disse...

Quanto que vc gastou ao todo e quantos dias e km feitos??

Anônimo disse...

Kakiko,

Valeu pelo blog e pelas dicas que me passou por telefone.

Dia 07/04/2012 estamos partindo e com certeza suas dicas serão de grande ajuda.

Abração.


João Batista

Related Posts with Thumbnails